Alopecias não inflamatórias em gatos

alopecia felina é o termo médico usado quando o gato tem perda excessiva de pelo, o que pode ocorrer com bastante frequência em um grupo de animais. O animal perder algumas mechas de pelo é normal, mas a perda em excesso pode apontar vários problemas de saúde no gato.

A alopecia felina se não for tratada pode causar calvície na superfície do corpo enquanto a pele pode apresentar uma coloração avermelhada e pequenas bolhas ou simplesmente não apresentar mudança alguma dependendo da causa da alopecia. Além disso pode alterar o crescimento regular do pelo no corpo do animal.

Veja as possíveis causas de alopecia felina:

Pulgas: Os gatos têm alergia às mordidas das pulgas. Estas causam reações graves como vermelhões e fazem com que o bichano se arranhe e arranque os pelos. As pulgas ainda podem causar infecções e o aparecimento de escamas e crostas na pele.

Ácaros: Assim como ocorre com as pulgas, as infecções causadas por ácaros também causam a perda de pelo. Os ácaros são responsáveis pelo desenvolvimento da sarna o que pode ser observado pela descamação, apodrecimento e alopecia.

A Tinha: É um tipo de fungo que atinge tanto cães como gatos. As partes do corpo mais afetadas são ouvidos, cabeça e a cara do gato. Em alguns casos ainda podem afetar as pernas. Pode-se observar também algumas partes muito secas, com descamação e crostas.

Alergias alimentares e alergias ambientais: Estas podem ocasionar grande perda de pelos nos gatos. As alergias por alimentos geralmente acontecem devido ao consumo de proteínas específicas e podem apresentar vermelhões e pequenos caroços vermelhos em uma pequena área da pele, mesmo que com o tempo isso possa se espalhar pelo resto do corpo. Do mesmo modo, a inalação de alérgenos no meio ambiente (como os ácaros presentes no pó, o pólen, etc) pode fazer com que haja a perda de pelos também. Outro tipo de alergia por contato é a dermatite que se surge quando a pele entra em conato com determinadas substâncias. Ex.: Lã, plásticos, corantes, produtos de limpeza, produtos químicos entre outros.

Alopecia endócrina: O crescimento do pelo é de acordo com o sistema endócrino dos animais e portanto, qualquer transtorno no sistema pode resultar em alopecia. A produção em excesso de hormonas e as suas deficiências podem afetar o crescimento regular do pelo.

Como você pode observar são diversas as causas de alopecia. Para iniciar um tratamento o veterinário deverá realizar uma série de exames que irão revelar o motivo da perda de pelo.

O tratamento da alopecia será decidido pelas causas subjacentes da enfermidade. Por isso, cada problema específico poderá ter um tipo de tratamento. Pelo que pode ser intuído é que a primeira coisa que deve ser feita é procurar um médico veterinário para que este determine a causa da perda de pelo e atue em conformidade.