Síndrome do cão braquicefálico, você sabe o que é?

Síndrome do cão braquicefálico, essa doença é caracterizada pela variedade de anomalias anatômicas e condições patológicas no corpo do animal, principalmente as vias aéreas, afetando, sobretudo o palato mole, que o torna mais alongado. O órgão que separa a cavidade oral da nasal, começa a interferir na respiração, causando desconforto no animal, por causa do estreitamento na passagem do ar.

Existem animais que tem maior tendência a este problema, os sinais mais comuns dessa doença podem ser observados quando o animal começa a ter dificuldade na deglutinação, engasgar-se com frequência, roncos, nos casos mais avançados desmaios, e outros sinais.

O tratamento para a doença deve ser realizado com o procedimento de chamado ressecção cirúrgica, contando com uma anestesia.

É super importante que a operação seja realizada o mais rápido possível por um profissional capacitado, pois o problema tende a se agravar com o passar do tempo.

A cirurgia é considerada simples, mas só deve ser feita por profissionais capacitados, e com o auxilio de equipamentos adequados.